Translate

Mostrando postagens com marcador aplicativo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aplicativo. Mostrar todas as postagens

29 dezembro 2019

Aplicativos de entrega e Refeição

A popularização dos aplicativos de entrega pode gerar uma boa discussão em sala de aula, com aplicação de conceitos de custos e margem.Um restaurante tradicional possui um custo de preparação da comida - próximo ao custo de produção de uma fábrica. Também possui uma grande despesa com pessoal, que inclui cozinheiro, garçom, administradores e outros. Para atrair clientela, o restaurante precisa investir em localização e design do ambiente. Este custo é fixo; no caso do design, o custo ocorre com uma certa periodicidade.

Uma alternativa é abrir um restaurante que serve somente os serviços de entrega, tipo iFood, Uber Eats, Rappi e outros. São denominados de "dark kitchens". O principal custo desta opção é o percentual  para a empresa que faz a entrega. Algo que varia entre 15 a 30%. Mas existem custos que podem ser evitados, presentes em um restaurante tradicional. Eis uma lista: garçom (que elimina os 10%), localização (este custo não é totalmente eliminado, mas pode ser reduzido substancialmente), design do ambiente, entre outros.

Observe que a análise aqui é incremental, não sendo necessário analisar cada um dos custos existentes de um restaurante. Por exemplo, o custo de preparação da comida talvez não se altere substancialmente. Pelo contrário, pode até reduzir, com a eliminação de pratos e talheres.

Leia mais sobre o assunto em Madureira, Daniele. Aplicativos de entrega dão as ordens na cozinha. Valro, 11 de dezembro de 2019, p. B1

27 fevereiro 2016

Aplicativos de paquera

Uma consequência interessante do uso maior de aplicativos de paquera é

É possível que os aplicativos de paquera fortaleçam a tendência ao “acasalamento dirigido”, em que as pessoas optam por ter relacionamentos amorosos com indivíduos de renda e qualificação similares às suas. Estima-se que a tendência seja responsável por cerca de 18% do aumento na desigualdade de renda observado nos EUA entre 1960 e 2005. Estudo recente realizado na Coreia do Sul mostra que a paquera algorítmica estimula a formação de casais com mesmo nível de escolaridade.


(Cartoon: aqui)