Translate

Mostrando postagens com marcador propaganda. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador propaganda. Mostrar todas as postagens

24 junho 2021

Valor das Propagandas em Filmes

A relação entre propaganda e filme é bem interessante. Veja um texto onde esta relação é explorada:

Um equívoco frequente é que todas as marcas pagam uma fortuna para aparecer na tela prateada. Em alguns casos, isso certamente é verdade: 

  • Harley-Davidson pagou US $ 10 milhões para exibir sua motocicleta elétrica no Vingadores: Era de Ultron (2015). 
  • Heineken desembolsou um estimado US $ 45 milhões por 7 segundos de tempo de tela no filme de James Bond Skyfall (2012). 
  • BMW gastou aproximadamente $ 110m para fornecer carros para GoldenEye (1995), Tomorrow Never Dies (1997) e The World is not Enough (1999). A Aston Martin superou com um $ 140m  para Die another Day (2002). 
  • Mais de 100 marcas (incluindo Gillette, Nokia e Carl's Junior) ofereceram um combinado $ 160m para ser destaque Homem de aço (2013). 

A lógica desses arranjos é simples: os filmes são muito caros. 

Em média, um grande filme de estúdio custos ao redor US $ 65 milhões para produzir, não incluindo marketing e distribuição. O maior pedaço disso é geral custos de produção, que incluem cenografia, adereços e guarda-roupa. 

Para filmes de ação, o orçamento de suporte sozinho pode se estender aos milhões. 

A franquia Velozes e Furiosos, por exemplo destruiu um total de 1.487 carros nos seus 7 primeiros filmes. Mesmo com uma estimativa modesta de US $ 20 mil / carro, isso equivale a US $ 30 milhões nos custos de suporte. (...)

(...) As colocações de filmes valem a pena? 

Dominic Artzrouni é o fundador da Concave Brand Tracking, uma empresa que oferece análises detalhadas sobre o desempenho das colocações de produtos em filmes. 

Artzrouni fornece a marcas como Dell dados sobre o tempo de tela, discernibilidade, visibilidade do logotipo, contexto (localização, associações) e - o mais importante - o valor eles derivam de seus estágios. 

O processo de determinação desse valor é complexo e variado, mas Artzrouni diz que pode ser simplificado em uma fórmula básica : 

(Exposição na tela) x (Visualização) x (Custo dos comerciais de TV) 

Não é uma ciência exata, mas gera uma quantia aproximada em dólares que equivale à colocação de um filme de marca ao valor que derivaria dos comerciais tradicionais de TV. 

A cada ano, ele publica uma lista das marcas que obtiveram o maior valor dos canais de produtos. 

Em 2020, a marca principal - a fabricante britânica de roupas e calçados Lonsdale - gerou uma estimativa US $ 16,5 milhões de seus mais de 16 minutos de tempo de duração The Gentlemen.



08 maio 2020

Propaganda legal

Postamos aqui que muitos comerciais, nos tempos de pandemia, são iguais. Mas achei bem criativo estes cartazes da Mucinex sobre ser herói nos tempos atuais.
 



18 dezembro 2019

21 março 2019

Mentiras na propaganda

Do Quora, Gupta mostra como a propaganda usa a “criatividade” para destacar certas qualidades dos produtos. Selecionei algumas:

Usar óleo de motor na propaganda de xarope de açúcar
Passar graxa no hamburger
Papelão dentro do bolo
Sabão líquido criando espuma de cerveja
Creme de Barbear no lugar de Chantilly
Colocar anti-ácido no refrigerante para parecer mais gás

18 maio 2016

Como ficar rico rapidamente

Uma ideia simples da empresa CIF. Contratou corretores imobiliários para avaliar uma casa normal da cidade de Londres. O valor médio de três corretores foi de 1,05 milhão de libras esterlinas. A seguir uma equipe de limpeza profissional fez a limpeza na casa com Cif. Outros três agentes foram contratados para avaliar a casa. O valor médio foi de 1,33 milhão ou 21% a mais do que no dia anterior, sem a limpeza. Com o produto Cif o dono da casa aumentaria sua riqueza em 21%. Veja o vídeo a seguir:

30 dezembro 2015

14 dezembro 2015

Rir é o melhor remédio

Mais um "Rir" com o meu clima de fim de ano. Não é para rir, mas para sorrir com a grandiosidade testemunhada. Ofereço o vídeo de hoje para a querida Flavia Carvalho.


21 junho 2014

Imagina depois da Copa



Imagina depois da Copa:
porque a Copa não precisa mais imaginar

Viu esse texto do Ricardo Chester no Facebook? Refere-se ao filme acima - 
“Esse filme não é meu. É lá da firma. Foi ao ar há quase um ano, talvez mais. Não me lembro de quem é a ideia, não sei ao certo quem escreveu o roteiro e não trabalho para este cliente. Mas eu me lembro uma coisa: quando saiu, esse filme recebeu muitas críticas. Veio bordoada de muita gente (…..) Dá uma olhada nesse filme hoje. Dá uma olhada aí na Copa que brasileiros e estrangeiros estão fazendo bem embaixo da sua janela, ou lá nos estádios, fora e dentro de campo. Dá uma olhada no astral que os visitantes estão nos trazendo e, se tiver curiosidade, dá uma lida no que os jornalistas gringos estão publicando lá nos seus países. É uma festa. Não muito diferente da que esse filme imaginou há um ano atrás”
Via BlueBus

15 junho 2014

Por um mês sejamos todos fãs de 'fútbol'

Comercial da Kia: Por um mês sejamos todos fãs de 'fútbol'.




O site BrainStorm9 publicou:

Para os norte-americanos, futebol é aquele (estranhamente) que é jogado predominantemente com as mãos. É o futebol do touchdown, da NFL, do Super Bowl… Já por aqui – e em diversos outros países do mundo – futebol é bola no pé, com raros casos de bola na mão. Maradona que o diga.

E é esse futebol moleque e cheio de gingado que Adriana Lima tenta ensinar aos gringos em três novos filmes da Kia, que é parceira oficial da FIFA. Com criação da David&Goliath de Los Angeles e produção da MJZ, a modelo invade ambientes masculinos para explicar o que é o futebol em seu país, de um jeitinho bem convincente.






11 fevereiro 2014

Listas: 31 propagandas criativas e poderosas

Estamos acostumados a ignorar propagandas. Especialistas conhecem o fenômeno chamado “cegueira de propaganda” que é comum na internet. Ocorre quando estamos procurando um artigo interessante e simplesmente ignoramos a publicidade, sem sequer perceber que ela está ali. Mas estas propagandas criativas, várias delas criadas no Brasil, são impossíveis de ignorar. Algumas delas podem ser consideradas polêmicas e talvez ofensivas e nos fazem pensar ao mesmo tempo: como é possível que alguém coloque uma arma automática nas mãos de uma criança e compará-la ao jogo infantil queimada? Exato, não há comparação no entanto jogar queimada é proibido nas escolas em alguns países enquanto qualquer um pode possuir uma arma de assalto automática. ao menos não são propagandas de drogas proibidas. Certas propagandas nos fazem pensar e em seguida nos fazem rir, como é o caso das propagandas dos preservativos Durex. Outras tem forte apelo emocional como as propagandas da Ecovia.


É preciso uma incrível capacidade criativa para transmitir mensagens de maneira que elas tenham um forte impacto como as que você verá a seguir.

Fonte: Aqui e Aqui.

“É o chapéu.”




Agência Serviceplan Hamburg / München, Alemanha



Fio dental Colgate


Agência Cerebro Y&R, Panamá



Agência Cerebro Y&R, Panamá

Pirulito sem açúcar Chupa Chups


“É sem açúcar.”
Agência DDB, Espanha.

Pepsi


“Desejamos a você um Halloween assustador.”
Agência Buzz in a Box, Bruxelas, Bélgica

Óculos de grau


“Veja mais luz por menos”
Agência Y&R Paris, França

Vigilantes do peso


Esquerda: “Entrada”, direita: “Saída”.
Agência DraftFCB, Alemanha

Playboy Brasil


Agência Neogama, Brasil

“Ganhe o respeito que você merece”: Óculos de grau


Na esqueda: “Caminhoneiro”e na direita: “Dr. Professor”.
 Agência LG&F, Bruxelas, Bélgica



Na esqueda: “Açogueiro”e na direita: “Artista”.
Agência LG&F, Bruxelas, Bélgica



Na esqueda: “Fácil”e na direita: “Difícil”.
Agência LG&F, Bruxelas, Bélgica



Na esqueda: “Motoqueiro malvado”e na direita: “Estilista”.
Agência LG&F, Bruxelas, Bélgica

Controle de armas


No topo: “Uma criança está segurando algo que é proibido na América para protegê-la. Adivinhe qual.”
Embaixo: “Não vendemos ovos Kinder pela segurança das crianças. Por que não armas automáticas?”
Agência Grey, Toronto, Canadá



No topo: “Uma criança está segurando algo que é proibido na América para protegê-la. Adivinhe qual.”
Embaixo: “Nós proibimos o jogo queimada, pois é visto como excessivamente violento. Por que não armas automáticas?”
Agência Grey, Toronto, Canadá



No topo: “Uma criança está segurando algo que é proibido na América para protegê-la. Adivinhe qual.”
Embaixo: “Nós mantemos ‘A Chapeuzinho Vermelho’ fora das escolas por causa da garrafa de vinho na cesta. Por que não armas automáticas?”
Agência Grey, Toronto, Canadá

Preservativos extra-grandes: Durex


Agência The Jupiter Drawing Room, África do Sul

WiFi grátis: McDonalds


Agência DDB, Sydney, Austrália

Trânsito: Ecovia


Terremoto Propaganda, Curitiba, Brasil



Terremoto Propaganda, Curitiba, Brasil

Telescópios: Orion


Agência Texas Creative, Universidade do Texas, EUA

“Um cão torna sua vida mais feliz. Adote”: Pedigree


Agência AlmapBBDO, São Paulo, Brasil



Agência AlmapBBDO, São Paulo, Brasil



Agência AlmapBBDO, São Paulo, Brasil

“Estacionando com precisão”, Park Assist: Volkswagen


Agência DDB Tribal Berlin, Alemanha

Redução de emissão de CO₂ doando para o plantio de árvores


“Cada folha sequestra CO₂”
Agência Leagas Delaney

Da China para a Austrália: FedEx


Agência DDB Brazil

Jogo de palavras que se traduz “Encare um livro”


“Disconecte um pouco. Leia um livro”
Agência Brickman, Ramat Gan, Israel

Preservativos extra-grandes: Durex


Agência Espiral DP, Guayaquil, Equador



Agência The Jupiter Drawing Room, África do Sul

“Lubrificante de alta potência”: Manix


Agência Bddp & Fils

“Explorar o ecossistema também ameaça vidas humanas”: WWF


Esquerda: “Aterrorizante”, direita: “Mais aterrorizante”.
Agência DDB&CO.,Istanbul, Turquia.