Translate

Mostrando postagens com marcador Cidade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cidade. Mostrar todas as postagens

07 agosto 2022

Pessoas Notáveis por região

 O mapa interativo traz as pessoas mais famosas que nasceram em um determinado local:

Através do mapa, você pode explorar as pessoas mais famosas em uma determinada região. Como é um blog de contabilidade, lá fomos verificar Sansepolcro, Itália. E eis que encontramos:

que a pessoa mais famosa que nasceu na pequena cidade da Toscana foi Pietro della Franscesca, o pintor, e não Luca Pacioli. 

24 fevereiro 2019

Go home, Amazon

Uma grande empresa decide construir uma segunda sede na sua cidade. Qual seria a reação natural dos moradores? Em geral, os políticos se enchem de entusiasmo e as pessoas pensam nos benefícios e empregos que serão gerados.

No entanto não foi isto que ocorreu recentemente com a empresa Amazon. Depois de meses analisando as propostas das cidades onde gostaria de instalar uma segunda sede, a empresa optou por Nova Iorque. Isto significava 25 mil novos empregos. Mas os moradores da cidade não gostaram nada da decisão e começaram uma onda de protestos. Para obter o privilégio de ter uma das sedes da empresa, a cidade deveria renunciar a 27 bilhões de dólares de receita fiscal.

Para entender a reação, o Business Insider mostrou como a cidade sede atual da empresa, Seattle, deveria amar e odiar a varejista.

* O aluguel médio de Seattle aumentou três vezes mais que a média dos Estados Unidos na última década
* A cidade possui a terceira maior população de moradores de rua
* 20% do mercado imobiliário de Seattle está vinculado à empresa
* E a empresa responde por 45 mil empregos, em uma cidade com 725 mil habitantes
* O acréscimo de empregos trouxe problemas de estacionamento e trânsito

12 janeiro 2019

Cidades mais Perigosas do Mundo

Segundo a ONG Seguridad, Justicia y Paz (via aqui) e baseado no número de homicídios por 100 mil pessoas, estas sãos as dez cidades mais perigosas do mundo:

10 - Belém, Brasil, com uma taxa de homícidio de 71,38 por 100 mil habitantes
9 - Ciudad Guayana, Venezuela
8- Ciudad Victoria, Mexico
7- Fortaleza, Brazil - foram 3.270 mortes para um população de 4 milhões de habitantes
6- La Paz, Mexico
5- Tijuana, Mexico
4- Natal, Brazil - com 1.378 mortes em 2017 e uma população de 1.35 milhões
3- Acapulco, Mexico
2- Caracas, Venezuela
1- Los Cabos, Mexico

Na lisonjeiro

22 janeiro 2018

Rir é o melhor remédio

Os moradores de Fucking, na Áustria, convivem com um problema: os turistas, que roubam as placas indicativas da cidade. Com 104 habitantes, o roubo significa mais impostos (e atrai turistas). O mesmo acontecia com Shitterton, na Inglaterra. Lá o problema foi resolvido da seguinte forma: a população encomendou um bloco de pedra, de 1,5 tonelada, com o nome da cidade. Problema resolvido.

Outra placa alvo dos "turistas" é o sinal em East Kent, a meia milha de Ham e perto de Sandwich:



Fonte: Aqui

15 maio 2014

Listas: 10 melhores cidades do planeta

Pela ordem:

Tóquio
Londres
New York
Zürique
Paris
Genebra
Basileia
Osaka
Seoul
Oslo

A análise levou em consideração: governança, administração pública, planejamento urbano, tecnologia, ambiente, coesão social, mobilidade e transporte, capital humano e economia. As brasileiras (com a ordem)

133. Fortaleza
131. Brasília
129. BH
128. Porto Alegre
127. Salvador
116. Rio de Janeiro
97. Curitiba
94. São Paulo

Qual a qualidade do ranking? Honestamente fiquei desconfiado depois de usar o mapa interativo. A seta aponta onde apareceu a cidade de Salvador no mapa brasileiro:

03 fevereiro 2010

As cidades mais sujas do mundo

  1. Baku, Azerbaijão
  2. Daca, Bangladesh
  3. Antananarivo, Madagascar
  4. Port au Prince, Haiti
  5. México, México
  6. Addis Ababa, Etiópia
  7. Mumbai, Índia
  8. Bagdá, Iraque
  9. Almaty, Cazaquistão
  10. Brazzaville, Congo
  11. Ndjamena, Chade
  12. Dar es Salaam, Tanzânia
  13. Bangui, República Centro-Africana
  14. Moscou, Rússia
  15. Ouagadougu, Burkina Faso
  16. Bamako, Mali
  17. Pointe Noire, Congo
  18. Lome, Togo
  19. Conakry, República da Guiné
  20. Nouakchott, Mauritânia
  21. Niamey, Niger
  22. Luanda, Angola
  23. Maputo, Moçambique
  24. Nova Deli, Índia
  25. Port Harcourt, Nigéria

Fonte: Forbes

01 junho 2009

Lei de Zipf

... A matemática das cidades foi lançada em 1949 quando George Zipf, um linguista trabalhando em Harvard notou que se você tabular as maiores cidades de um dado paíse e ranquear conforme sua população, a cidade maior é sempre cerca de duas vezes que a segunda maior e três vezes que a terceira maior e assim por diante. Em outras palavras, a população de uma cidade é, para uma boa aproximação, inversamente proporcional a sua classificação. Por que isto ocorre ninguém sabe.

(...) Em 2006 o cientistas começaram a descobrir novas leis matemáticas sobre cidades ... Por exemplo, cidades mais populosas tem mais postos de gasolina que cidades menores, mas não numa proporção direta do seu tamanho. O número de postos cresce somente numa potência de 0,77 da população. A coisa crucial é que 0,77 é menor que um. Isto implica que maiores cidades possuem economia de escala. (...)
O mesmo padrão surge em outras medidas de infraestrutura. Se você mede as ruas ou os cabos elétricos, você irá encontrar que todos ... mostram um expoente entre 0,7 e 0,9. Agora a parte assustadora. A mesma lei é verdadeira para coisas vivas. Isto é, se você mentalmente substitui cidades por organismo e tamanho de cidade por peso do corpo, o padrão matemática é o mesmo.

Por exemplo, suponha que você meça quantas calorias queima um rato por dia, comparado com um elefante. ... A lei relevante do metabolismo, chamada lei de Kleiber, afirma que as necessidades metabólicas de um mamífero crescer na proporção do seu peso corporal elevado à potência 0,74.
(...) Coincidência? Talvez, mas provavelmente não.


Math and the City, by Steven Strogatz via
Economists View


Para ver sobre a Lei, clique aqui. Para uma aplicação em auditoria no Brasil, aqui

06 maio 2008

Sin Cities


Sin City é o título de uma série de comics de Frank Miller (aqui). O roteiro passa numa cidade decadente, com um elevado índice de criminalidade, prostituição e outros crimes. Esse endereço fez uma listagem das dez cidades que mais se parecem com Sin City:

10. Berlin, Alemanha
9. Macau, China
8. Manana, Bahrein
7. Nova Orleans, Estados Unidos
6. Moscou, Rússia
5. Rio de Janeiro, Brasil
4. Las Vegas, Estados Unidos
3. Amsterdam, Holanda
2. Tijuana, México
1. Pattaya, Tailândia (foto)

22 março 2008

08 outubro 2007

Lugares para se viver

Segundo a revista Reader´s Digest (Seleções, no Brasil), os melhores países para se viver:

1. Finlândia
2. Islândia
3. Noruega
4. Suécia
5. Austria
6. Suiça
7. Irlândia
8. Austrália
9. Uruguai
10. Dinamarca
11. Canadá
12. Japão
13. Israel
14. Itália
15. Eslovênia
16. França
17. Holanda
18. Portugal
19. Nova Zelândia
20. Grécia

27. Argentina

40. Brasil

As cidades:

1. Estocolmo, Suécia
2. Oslo, Noruega
3. Munique, Alemanha
4. Paris, França
5. Frankfurt, Alemanha
6. Stuttgart, Alemanha
7. Lyon, França
8. Dusseldorf, Alemanha
9. Nantes, França
10. Copenhagen, Dinamarca

54. Curitiba, Brazil

62. Sao Paulo, Brazil

22 junho 2007

Cidades mais Antigas do Mundo

1. Jericó Palestina 9000 Antes de Cristo
2. Biblos Líbano 5000 AC
3. Susa Iran 4.200 AC
4. Sidon Líbano 4.000 AC
5. Medinat Egito 4.000 AC
6. Gaziantep Turquia 3.650 AC
7. Istambul Turquia 3.500 AC
8. Hebron Palestina 3.500 AC
9. Beirute Líbano 3.000 AC
10. Damasco Síria 3.000 AC


Fonte: Wikipedia

02 outubro 2006

Venda de uma cidade

LEILãO
Cidade à venda em Minas

Cemig anuncia vila operária com 70 casas, hotel, igreja, escola e um único morador. Lance mínimo é de R$ 6 milhões

Trancar as portas de casa ao sair e usar cinto de segurança enquanto dirige pelas ruas arborizadas. A rotina do engenheiro Nilton Braz, 48, seria comum se ele não fosse o único morador de um vilarejo com jeitão de cidade no Estado de Minas Gerais. Esse lugar em que só o engenheiro vive foi colocado à venda em leilão por, no mínimo, R$ 6 milhões. A venda deve acontecer em março de 2007.

A Vila Residencial Jaguara pertence ao Município de Sacramento, e fica a dez quilômetros do centro. A "cidade" de Braz tem área de 238 hectares - o equivalente a 310 campos de futebol -, 70 casas de três e quatro quartos, hotel, igreja, escola, ambulatório, clube, lago para lazer, aeroporto, infra-estrutura de água, esgoto, asfalto e iluminação.

A vila foi construída em 1970 para abrigar trabalhadores da usina hidrelétrica de Jaguara, implantada pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Até a década de 90, cerca de 400 moradores faziam do local uma verdadeira cidade, mesmo sem a área aparecer no mapa do Estado. A comunidade nem precisava sair de Jaguara para tratar da saúde, passear, ir à igreja ou às compras.

Por um programa de incentivo da empresa, ainda na década de 90, os moradores começaram a se mudar para cidades próximas, como Uberaba, Rifaina e Sacramento, em busca da casa própria. Desde então, ninguém nada mais nas piscinas do clube, as casas estão fechadas, a igreja não tem mais padre nem fiéis e o salão de festas não realiza mais bailes.

Mas o técnico industrial da hidrelétrica Júlio César de Oliveira, 43, tem um bom motivo para não esquecer de Jaguara: ele se casou na igreja da vila em 1986. Antes, quando solteiro, dividia uma casa de três quartos com outros amigos de trabalho. "Escolhi a igreja porque era bonita e diferente", relembra.

Segundo o gerente regional das usinas da Cemig, Márcio José Peres, as vilas construídas para abrigar os trabalhadores foram perdendo a importância com o passar dos anos, já que o sistema de transporte público evoluiu e os empregados hoje podem ir para as usinas somente para trabalhar.

Espaços comuns
Em Jaguara, ninguém podia escolher casa e não havia distinção de classe. Morar em uma casa de três ou quatro quartos só dependia do tamanho da família. Do operário ao diretor, todos podiam usufruir dos espaços comuns.

"Ficava tudo cheio de barco, as mulheres tomando sol e as pessoas nadando no rio. Tinha muita criança de bicicleta pelas ruas. Quem vê isso aqui hoje não imagina como era", afirma Braz. Atualmente, apenas ele e as 51 crianças que estudam na escola rural, que fica na vila, impedem que Jaguara se transforme numa cidade fantasma.

A Vila Residencial Jaguara vai a leilão pela segunda vez. A primeira foi no ano passado, mas não apareceram compradores. Segundo Braz, faltou divulgação para mostrar os benefícios que o empreendimento pode trazer ao turismo. Em outras vilas desativadas pela empresa, os imóveis foram vendidos separadamente. A usina Jaguara está no quarto lugar do ranking da Cemig de produção energética, com 424 mil kw.

Enviado por Caio Tibúrcio
Publicado em: 24/09/2006 no Jornal de Brasília