Translate

Mostrando postagens com marcador café. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador café. Mostrar todas as postagens

01 fevereiro 2022

Previsão do futuro e Café


Para os amantes do café, eis um aplicativo interessante, que usa uma tradição oriental de leitura do futuro a partir da borra do produto. Eis um resumo do que se trata:

Todos os dias, mais de um milhão de usuários do Faladdin enviam fotos de suas moagens de xícaras de café, e a equipe de Taşdelen fornece "leituras" personalizadas em 15 minutos. Dessas leituras, 700.000 estão em turco, 200.000 em árabe e 100.000 em inglês. Com sua publicidade extravagante e reivindicações bombásticas, o aplicativo certamente está pronto para zombaria. No entanto, desde o seu lançamento no início de 2017, mais de 20 milhões de pessoas, principalmente da Turquia e do Golfo Pérsico, baixaram Faladdin.

Parece brincadeira, mas não é. Um milhão de leituras por dia é bastante razoável, não? A empresa possui uma receita com anúncios, que ajuda a bancar 30 funcionários, com planos de expansão. 

Será que um contador pode usar os serviços da empresa para fazer seu teste de impairment? Chute por chute, o do café parece mais razoável ...

14 fevereiro 2021

Cafeteria e produtividade


Algumas das pessoas mais bem-sucedidas da história fizeram seu melhor trabalho em cafeterias. Pablo Picasso , JK Rowling , Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre, Bob Dylan - sejam eles pintores, cantores e compositores, filósofos ou escritores, pessoas de várias nações e séculos usaram sua criatividade trabalhando em uma mesa de café .

O texto da BBC cita uma pesquisa de 2012 que mostrou que um nível baixo/moderado de ruído, como existe em uma cafeteria (mas não em uma bar) pode aumentar a produção criativa. 

Interessante. Talvez por este motivo é possível encontrar sites que simulam ruídos existentes em uma cafeteria, como o Murmur. (Foto: café onde JK Rowling escreveu Harry Potter)

03 agosto 2020

Matt Walker: como o álcool e a cafeína afetam o sono

A cafeína nos acorda, e o álcool nos faz cochilar, não é mesmo? Não é tão simples assim. O cientista do sono Matt Walker nos mostra maneiras reveladoras pelas quais essas bebidas afetam a quantidade e a qualidade do nosso sono.

29 janeiro 2019

Café está em risco de extinção

Estudos mostram que 60% das 124 espécies de café correm o risco de serem extintas.

Os cientistas dizem que a situação é “preocupante”, uma vez que o café selvagem é crítico para a sustentabilidade global das plantações dos grãos de café. Os cientistas afirmam que uma em cinco das plantações mundiais estão em risco de extinção, e que 60% é um valor “demasiado alto”.

Aaron Davis do Jardim Botânico Real de Kew, no Reino Unido, refere que “se não fosse pelas espécies selvagens, não teríamos tanto café para beber os dias de hoje” e conclui quando diz que “se olharmos para a história do cultivo do café, nós temos usado espécies selvagens para manter as colheitas sustentáveis”.

Um estudo publicado pelo jornal “Science Advances” descobriu que as medidas de conservação foram “inadequadas” para os grãos de café selvagens, incluindo aqueles considerados críticos para a produção global. Este mesmo estudo declarou que 75 estão ameaçadas com extinção, 35 não estão ameaçadas e pouco, ou nada, se sabe com as restantes 14. E ainda descobriram que 28% destas espécies crescem fora das áreas protegidas, e apenas metade das sementes são reservadas.

Outro estudo realizado pela “Global Change Biology” destaca que o café Arabica é, oficialmente, considerado como ameaçado, quando se tem as alterações climáticas em perspetiva, e é provável que esta produção tenha uma diminuição de 50% ou mais.

05 junho 2018

Café para não dormir

Uma pesquisa, publicada em um periódico de sono, mostrou que é possível construir um algoritmo para determinar a quantidade ideal de cafeína a ser ingerida por uma pessoa para mantê-lo em alerta. A pesquisa foi realizada pelo exército dos Estados Unidos, que tem interesse que os soldados fiquem em um grau máximo de alerta em situações de combate.

A tecnologia não está disponível, embora parece existir interesse do exércio em licenciar. Aqui tem um site sobre o assunto.

21 abril 2018

Incentivo para Erdos

O matemático hungaro Paul Erdos nasceu em 1913 e faleceu em 1996. Durante sua vida, escreveu mais de 1500 artigos. Abaixo, um gráfico mostrando a produção, distribuída ao longo da vida, e dividida em três fases: consumo de café, de anfetamina e após a morte.