Translate

19 dezembro 2015

Leitura Obrigatória

A Reuters, num texto de Charles Levinson (Accounting industry and SEC hobble America´s audit watchdog ) publicou um texto fantástico sobre a regulamentação da auditoria contábil nos Estados Unidos. Leitura obrigatória para aqueles que desejam entender melhor como funciona o Public Company Accounting Oversight Board (PCAOB), a entidade criada para supervisionar a profissão de auditor naquele país.

O texto questiona fortemente o trabalho do contador-chefe da Securities and Exchange Commission, James Schnurr. Schnurr tem questionado publicamente o trabalho do PCAOB, acusando-o de lento. O texto mostra claramente que James Doty, o responsável pelo PCAOB, tem sido sabotado no seu trabalho, provavelmente em razão as críticas da entidade as grandes empresas de auditoria.

A figura a seguir mostra a origem do Chief of Accountant da SEC. Desde 1992 o cargo está sendo ocupado por pessoas originárias das grandes empresas de auditoria. Estas empresas “indicam” não somente este cargo como também a própria presidência da SEC: Mary Jo White tinha a Deloitte entre seus clientes quando era sócia de uma empresa de advocacia.
As grandes empresas de auditoria possuem 98% das contas das empresas com ações na bolsa dos EUA. Segundo o texto, o esforço de Doty, do PCAOB para melhorar a qualidade do setor tem encontrado resistência em Schnurr, que tem atrasado uma série de medidas. Além disto, Schnurr tem feito campanha para afastar Doty do cargo, segundo pessoas entrevistadas pela Reuters. Na realidade, o mandato de Doty no PCAOB já encerrou e ele conta com o apoio de diversos notáveis, como Paul Volcker (ex FED) para a recondução.

O trabalho recente do PCAOB inclui inspeções rigorosas nas empresas de contabilidade e longos relatórios, com críticas aos procedimentos de auditoria. O PCAOB já descobriu que uma das grandes empresas de auditoria tinha ignorado intencionalmente erros contábeis de um cliente. Esta empresa tinha, naquele momento, Schnurr como contato; posteriormente ele foi nomeado contador da SEC. A ex-empresa de Schnurr foi responsável pela auditoria da Bear Stearns (parecer limpo e falência logo após). Ou seja, o atual contador-chefe da SEC foi no passado “perseguido” pelo PCAOB.

O texto é bastante longo. Repito: leitura obrigatória para quem deseja conhecer melhor o processo de regulação e fiscalização nos EUA.

Nenhum comentário :

Postar um comentário