Translate

06 fevereiro 2016

Burberry se aproxima dos consumidores

Após anunciar em novembro passado o fim das linhas “Burberry London” e “Burberry Brit”, incorporando seus produtos à linha principal, a marca britânica anunciou um plano de reestruturação completo, que vai dos desfiles às lojas.

Fonte: Aqui
A partir da temporada de prêt-à-porter que começa em Nova York na próxima semana, a marca vai deixar de apresentar suas coleções seis meses antes de chegarem às lojas. Os desfiles continuarão acontecendo, porém as peças desfiladas já poderão ser compradas nos dias seguintes à apresentação, tanto nas lojas quanto online. De acordo com o WWD, as famosas vitrines e peças publicitárias da marca também vão mudar “a partir do momento que as cortinas da passarela se fecharem.”

Além disso, Christopher Bailey, CEO e Diretor Criativo da marca, anunciou que os desfiles deixarão de acontecer separadamente em semanas masculinas e femininas, passando a integrar uma só coleção, que será apresentada de forma conjunta duas vezes ao ano, nos meses de fevereiro e setembro. O primeiro desfile com a união de feminino e masculino acontece em setembro. As coleção não mais representarão uma estação específica.

As mudanças são parte de um reposicionamento de mercado da Burberry e da necessidade de respostas ao consumidor que não compreende o timing da indústria e não enxerga a espera pelos produtos como algo empolgante. “Você cria toda essa energia em torno do desfile, daí ele acaba e você diz: agora esqueça porque ele não estará nas lojas nos próximos seis meses”, disse Bailey ao BoF.

Essa é uma discussão atual e a semana de Nova York já pensa em mudar totalmente o calendário, apresentando o inverno no inverno e o verão no verão, alegando que o sistema que funciona hoje está falido. Antes os desfiles recebiam imprensa e compradores para verem em primeira mão as novidades e programarem suas estratégias. Hoje, com as transmissões em tempo real, as coleções logo deixam de ser novidade e é difícil traduzir o buzz de um desfile em vendas e lucros.

E a Burberry leva ao pé da letra quando diz que irá disponibilizar as roupas logo após ao desfile. “Será instantâneo. Nós nunca fizemos isso, mas o objetivo é que o desfile acontece às duas da tarde numa terça-feira e ao fim da apresentação, nossas lojas já estarão com a coleção”.

A mudança certamente terá um impacto na indústria no que diz respeito especialmente a cadeia de fornecedores e compradores. “Nós não temos as respostas para tudo. Nós também vamos aprender ao ponto que as coisas acontecem”.

Fonte: Fashion Forward

Nenhum comentário :

Postar um comentário