Translate

21 julho 2015

Presidente da Toshiba pede demissão

Conforme postamos na semana passada, a Toshiba é o centro das atenções por conta das irregularidades nos resultados. Diante da divulgação da superestimação dos resultados, o seu presidente renunciou hoje. Como os problemas eram originários das duas gestões anteriores, os dois ex-presidentes também renunciaram nos seus postos de vice-presidente do conselho e conselheiro. Outros dirigentes também renunciaram.

O tamanho do problema contábil: US$1.200 milhões.

2 comentários :

  1. Fico me perguntando onde estavam os auditores externos? Os pareceres não apontam nada? Pelo que foi noticiado, esta manipulação contábil começou em 2009. E essa fato só foi descoberto por que houve um delator (http://www.chicagotribune.com/news/sns-wp-blm-news-bc-toshiba22-20150722-story.html). E como sempre o problema é de controle interno e governança (http://the-japan-news.com/news/article/0002304620). Para resolver: aumentar a estrutura organizacional com mais "comitês". Para mim, um dos problemas é a forma de remuneração da alta direção, bônus por meta de resultado financeiro.

    ResponderExcluir
  2. Samuel, É isto mesmo. Ontem escrevi sobre o fato da semana, que é este, e fiz no texto a mesma pergunta. A EY era responsável no último balanço.

    ResponderExcluir