Translate

14 junho 2017

Aquisições e o poder do executivo

Dois negócios ocorridos na semana passada mostram como os executivos estão centrados no poder e no crescimento da empresa, não necessariamente no aumento do valor. O primeiro é a incorporação da Elektro pela Neoenergia. Com isto, a Neoenergia tornou-se a maior empresa na área de distribuição de energia. A junção da nova empresa terá uma receita de 27 bilhões de reais. Com isto, a espanhola Iberdrola passa a assumir como controladora a nova empresa e os fundos de pensão dos funcionários do Banco do Brasil e esta instituição financeira terão menor participação nos rumos da empresa.

O segundo negócio foi a compra da empresa The Body Shop pela Natura. Neste fica claro que a proposta - superestimada pelos analistas - amplia a presença da brasileira da área de perfumes no mundo, mas traz mais dívidas e risco, já que o setor sofre concorrência com o varejo on-line.

Os dois negócios necessitam de aprovação, seja no Cade (primeiro caso) ou pelos acionistas (The Body Shop).

Nenhum comentário :

Postar um comentário