Translate

25 fevereiro 2017

Fato da Semana: Bankia

Fato: Executivos do Bankia condenados na Espanha

Data: 23 de fevereiro

Contextualização
Após a crise de 2008, as autoridades espanholas decidiram criar um banco a partir da junção de diversas instituições municipais, sob a liderança da Caja de Madrid. O Bankia nasceu com problemas e existia claramente uma recomendação da área técnica para não fazer esta operação. Os reguladores não somente ignoraram a recomendação, como usaram muito dinheiro público na operação. Estão sendo processados por isto.

Um jornal espanhol descobriu que alguns executivos do Bankia e da Caja de Madrid usaram de maneira inapropriada cartões de créditos corporativos. O que fez a justiça espanhola? Resolveu esquecer a denúncia e concentrar no forma como a informação foi obtida.

O Bankia começou uma investigação interna e descobriu que realmente existiu problemas na utilização dos cartões. Levou o caso para a justiça, que desta vez condenou os executivos. Entre eles, o ex-diretor-geral do FMI, de sobrenome Rato.

Relevância
A condenação de executivos será sempre relevante para melhorar os controles internos e permitir que os pesquisadores estudem melhor a relação principal-agente. A inclusão do ex-diretor-geral do FMI indica que burocratas poderosos devem responder pela utilização do patrimônio da entidade que paga o seu salário.

Notícia boa para contabilidade?
Sim. Podemos aperfeiçoar os sistemas de controles internos. Além disto, é agradável saber que os problemas de abuso de autoridade existem também em países desenvolvidos.

Desdobramentos
Os acusados afirmaram que estavam sendo tratados desta forma em razão de outra investigação - sobre um esportista, casado com alguém da família real espanhola. No caso, a ira da justiça era para compensar a futura absolvição do queridinho do ex-rei Juan Carlos. Pode ser verdade.

Mas a semana só teve isto?
Semana com muitos acontecimentos: a morte de Kenneth Arrow, o anúncio que a Vale pode ser uma empresa sem controle definido e as demonstrações contábeis foram outras notícias da semana.

Nenhum comentário :

Postar um comentário