Translate

30 outubro 2016

Off topic: Belas imagens do espaço

Dê uma olhada neste abismo. O que você está vendo agora é uma das visões mais profundas possíveis do espaço.

Essas fotos foram capturadas pelo telescópio Hubble do cluster de galáxias Abell S1063, durante a última adição à coleção Frontier Fields, que mostra as visões mais longínquas já registradas do espaço, exibindo o grupo de estrelas como elas eram há 4 bilhões de anos. Essas imagens profundas do Hubble se devem em parte ao poder do telescópio, mas também a um estranho fenômeno natural chamado lente gravitacional.
Hubble Frontier Fields view of MACSJ0416.1–2403
Abell S1063 vista com o efeito de lente gravitacional. Imagem por NASA, ESA e J. Loz (STScl)
Na nebulosa carina, um pilar de gás é banhado pela luz de estrelas gigantes e quentes.
Novas estrelas se formam dentro desse pilar. 
A Nebulosa Carina é um dos lugares mais dinâmicos e complexos na Via Láctea, e essa imagem espetacular foi feita a partir de uma montagem com 32 imagens capturadas pelo Hubble. A radiação ultravioleta de estrelas que habitam a nebulosa ajuda a formar esse cenário fantasioso dela. 
Uma coruja meio escondida no meio das estrelas? Não, nad adisso: essa imagem mostra a interação entre as galáxias NGC 2207 e IC 2163. A primeira é a maior delas, enquanto a da direita é a outra. As forças da NGC 2207 distorceram o formato da IC 2163. 

Fonte e mais: Aqui

Nenhum comentário :

Postar um comentário