Translate

15 dezembro 2015

Era uma vez...

A colunista preferida do Valor Econômico, Lucy Kellaway, sobre a mania de contar histórias nas empresas:

Recentemente, o chefe da área de recursos humanos da KPMG descreveu orgulhosamente em um blog a "iniciativa de propósitos nobres" de sua firma - que resultou em 42 mil funcionários enviando suas histórias pessoais sobre como eles estão mudando o mundo. Você pode dizer que isso é encorajador.

No entanto, foi a KPMG que fez as auditorias do HBOS, Countrywide Financial e Quindell, o que nos leva a pensar que eles acabaram se distraindo do propósito menos nobre de fazer o seu trabalho com competência.

Nenhum comentário :

Postar um comentário